A CORTINA DO ESPETÁCULO SE FECHOU - Andreia Silva





 Um dos grandes atores da nova geração brasileira, Domingos Montagner morreu nas águas do Rio São Francisco nesse dia 15 de setembro. Um dos grandes atores recém descobertos pela dramaturgia televisiva brasileira, com personagens marcantes como o cangaceiro Herculano, de Cordel Encantado, e o Miguel, da novela Sete Vidas, ele era dono de um sorriso fácil e que transmitia muita paz. O ator vai deixar muita saudade não só aos colegas de 
profissão, mas também a nós fãs. Apesar de ser novato em televisão, Domingos é de uma família circense, onde começou sua carreira. Sei que agora é difícil não ficarmos tristes, mas penso eu na minha humilde opinião de jornalista e também atriz que, como o legado dele era fazer as pessoas sorrirem como palhaço e levar alegria às pessoas, não devemos lembrar dele com tristeza e sim com alegria, pois tenho a certeza de que não era triste que ele gostaria de ver as pessoas e sim alegres, felizes e sorrindo. Portanto, sempre que lembrarmos dele devemos lembrar com alegria. Mesmo que agora seja quase impossível, é o sorriso que ele gostaria que a gente mantivesse. Tenho a certeza de que lá no grande palco do céu ele vai fazer um belíssimo espetáculo. Vá em paz!

2 comentários: